terça-feira, 6 de outubro de 2009

FUERZABRUTA


Eu acho engraçado quando a gente sai de um relacionamento.

Existe o choro, existe o questionamento.

Existe a culpa e existe o sofrimento.


Existe também o autoconhecimento.


É impresionante o quanto a gente se conhece mais quando acabamos um relacionamento. Voce sente dores em lugares do seu corpo que nem imagina existir.

Percebes que mesmo durmindo para sempre, continuarás cansado. Mesmo que fique parado como uma pedra, não encontrará a paz. Mas reconhece que mesmo estando sózinho, sempre terá um amigo pronto.


É ai que eles entram.


Os amigos.


Os papos nunca mudam.

" - Ah, ele nao te merecia..."


" - Vamos sair de balada..."


E voce diz sim!


Melhor coisa do mundo... SAIR DE BALADA. Voce coloca qualquer roupa (acabou de terminar um relacionamento, nao vai querer ninguem mesmo), faz um esquenta na padaria da esquina (afinal a grana tá curta pra encher a cara na balada), entra mamado e bebe mais ainda quando acha alguém pra pagar (afinal, se tá na merda...)


Ai então, quando no final da balada que voce acha que nada mais vai acontecer, ELE surge. Uma nova pessoa, encantadora, charmosa, tudo aquilo que o lixo do seu ex não era.


Isso é verídico. O amor é uma bostona. A gente é capaz de perguntar pra hosstess o nome do menino só para procurar no orkut no dia seguinte.


Eu já fiz.


E deu certo.


É estranho porque voce nao se sente confiável o suficiente para poder entrar em uma relação. Ou pelo menos tentar.


Eu perdi o contato com a minha alma. Me sentia sem lugar para ir ou vir. As visões dos meus sonhos viraram únicas e perdidas... pareciam com voce.


Eu pensei que nunca mais ia passar por isso.

Te ver e perder o chão.


Não ter onde segurar e sempre achar que vai falhar qualquer chance de poder se aproximar.


Houveram várias vezes, e ainda acontece, que eu pergunto a mim mesmo como u vou passar a noite.


Me vem você na cabeça e eu logo adormeço. Os sonhos viram contos de fadas onde até cavalo branco tem direito como coadjuvante.


Eu então encontro esperança no meu coração, de uma forma que eu jamais pensei em encontrar. Meu próprio caminho de luz.

Encontrei tudo o que eu precisava e estava dentro de mim todo esse tempo.

Coração bobo esse que se deixa levar.


Eu nao conhecia a minha própria força.

Eu me abati... me desmoronei... Passei por toda a dor.

Sobrevivi ao meu tempo, que até hoje foi o mais sombrio, mais solitário.

Mas minha fé se manteve viva e só assim eu me tomei de volta.


Levantei minha cabeça BEM alto.

Eu não fui feito para falhar.

Eu fui feito para amar.


Estou apaixonado por voce.


E voce sabe disso.








=*

2 comentários:

Marcella, disse...

'(...) jogue fora o que te faz mal. o que não te pertence mais, aquele amor que insiste em permanecer na sua memória. acredite, outros virão, ele não é único. talvez por um momento ele foi o mais importante, mas agora ele não é mais. acabou. ele tá em outra? agora é você quem vai estar! comparações, lembranças, memórias? não servem de nada. prefira ficar sozinho do que estar com alguém que não te ama o quanto você merece, e acredite: se for para ser será. viva a sua vida, mude seus planos, faça coisas diferentes. acredite mais em você, assim você verá que aquilo era o que você queria naquele minuto, naqueles meses, naquele ano, mas não é o que você vai querer para sempre. você sempre achará alguém que te completará e novamente ele será único, assim por algum tempo ele será o mais importante, mas com o passar do tempo você vê que consegue viver sem ele. e tudo volta a ser como era antes de você conhecê-lo. você é único!

alant_moraes disse...

Vou falar pouco, mas é comprovado... Sempre digo que esse é o momento de calar e esperar, pois no final de tudo, as coisas sempre vão tomar o rumo que nunca esperaríamos que ia acontecer... Quando pensamos que não tem mais volta, do nada a pessoa aparece pedindo pelo AMOR DE DEUS paar voltar e quando você tem a plena certeza que ele/ela vai volar, de reprente passa na sua frente exibindo o novo amor...
Então, não deposite a responsabilidade em outra pessoa de te fazer feliz, essa é sua responsabilidade, deixe para o outro a incumbência de aumentar a sua felicidade.